Rejuvenescimento íntimo sem cirurgia é possível

Nossa região íntima também passa por alterações à medida em que envelhecemos e, apesar de o Brasil já ter ultrapassado os Estados Unidos e ser líder em cirurgia plástica íntima com mais de 20 mil procedimentos por ano, muitas mulheres ainda têm medo ou vergonha de se submeter a uma cirurgia, mas querem melhorar o aspecto da região íntima.


Segundo nossa médica dermatologista Paula Azevedo, principalmente depois da menopausa, diversas alterações fisiológicas acontecem e começam a incomodar, como ressecamento vaginal, redução da elasticidade, irritações, incontinência urinária, relaxamento da musculatura (perda de tônus muscular) e algumas tecnologias podem ajudar a solucionar esses problemas, como é o caso da radiofrequência, que tem excelentes resultados, tanto estéticos quanto funcionais.

Por isso, cada dia mais, o mercado estético tem investido em tecnologias para desenvolver procedimentos estéticos que são opções seguras para quem não quer passar por uma cirurgia. Aqui vamos falar de dois deles disponíveis aqui na Fêmina Clínica de Estética.


Fotona – o laser queridinho do momento


Além de toda sua potência para tratamentos estéticos faciais e corporais, o laser Fotona ainda tem uma ponteira ginecológica que pode ajudar no rejuvenescimento da região vaginal, além de contribuir para a lubrificação e melhora da incontinência urinária. O tratamento consiste na aplicação do laser no consultório, de maneira pouco invasiva e sem dor, em sessões de cerca de 40 minutos que podem ser feitas uma vez a cada 30 dias.


As aplicações são feitas na parede interna da vagina, introito uretral e região dos pequenos e grandes lábios. Com a liberação de calor, o laser ajuda a melhorar a oxigenação e estimula o corpo a produzir mais colágeno, a proteína que dá sustentação à pele.


Enygma X-Orbital


A tecnologia consiste em uma ponteira que produz um aquecimento interno, homogêneo e controlado, para estimular a síntese de novas fibras de colágeno. A terapia segura e não-invasiva estimula uma resposta regenerativa em tecidos da região íntima feminina. Ela induz outros efeitos biológicos, que restauram a elasticidade vaginal, melhoram a incontinência urinária de esforço, reduzem a disfunção sexual e melhoram a aparência da vulva. O equipamento possui um dispositivo inteligente que desliga a ponteira ao atingir 43ºC .


A radiofrequência íntima pode ser aplicada para:


· Flacidez da região íntima;

· Irritações vulvo-vaginais;

· Atrofia vaginal

· Vaginite e cistite recorrentes;

· Incontinência urinária de esforço leve;

· Pouca sensibilidade e lubrificação;

· Envelhecimento vulvar e disfunção sexual.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Basta um clique

ENDEREÇO

Rua 15, 1340,

Setor Marista

Goiânia - GO

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Seg a Sex: 7h - 18h

  • Instagram Fêmina Estética
  • Facebook Fêmina Estética

© 2018 por Fêmina

Clínica de Estética